Caros Hermanos: mucho gusto!

attaque-77

Divulgação

“Para nosostros es muy raro ver ustedes tranquilitos, sin bailar”. Fui assim que Mariano Martinez, vocalista da banda Attaque 77, descreveu como anda encarando a turnê com o repertório do DVD acústico do grupo argentino de rock, durante apresentação no Sesc Vila Mariana, no último domingo (10), em São Paulo.

O novo trabalho reúne sucessos da banda, considerada uma das melhores do gênero no país vizinho. Não é para menos. Com influências de bandas como Ramones e Sex Pistols, Attaque já está há 25 anos na estrada e tem 18 álbuns lançados. Em suas canções há referências do punk, pop e ska.

O grupo mostrou que tem um fãs fiéis no Brasil. No primeiro dia de venda de ingressos para a apresentação única, metade das cadeiras do teatro já estava vendida.

Os hits eram cantados em coro e, às vezes, estar sentado em para vê-los soava estranho. Com bandeiras da Argentina e do Chile, estrangeiros que moram em São Paulo puderam sentir um pouquinho mais perto de seus países.

No setlist, os sucessos “Arranca Corazones”, “Ojos de Perros”, “Cual es el Precio”, “Beatle” e “Setentista”, embalaram o público.

Nos intervalos, o público fazia questão de agradecer ao belo espetáculo, de ótima qualidade sonora, com uma canção bastante utilizada nos estádios argentinos e em outros países sul-americanos, como Paraguai. No lugar do nome do time, o nome da banda: “Olê, olê, olê, olê, olê, olá, olê, olê, olê, cada dia te quiero más, soy, soy de Attaque, es un sentimiento, no puedo parar”. A cada entoação dessas, a banda parava, sorria, mostrando-se grata ao carinho.

Ao final do show, foram necessárias dois retornos aos palcos, já que o público não queria ir embora. Na penúltima, duas músicas foram cantadas e na última vez que voltaram, fizeram uma capela com o público e se despediram deixando saudades.

Mas, antes, uma homenagem ao Brasil. A banda cantou “Perfeição”, da Legião Urbana, em versão em espanhol para encerrar. Além de gravar esta canção de Renato Russo, que apareceu ao fundo no telão durante a apresentação, o grupo também já regravou “Amigo”, de Roberto Carlos.

Caros Hermanos

O show de Attaque faz parte de um mês todo dedicado às músicas e filmes argentinos. O nome da mostra, realizada no Sesc Vila Mariana, é “Caros Hermanos”, e termina no dia 30/3, sábado, com a exibição do belíssimo filme de Gustavo Taretto “Medianeras” (2011).

Além de Attaque, pude prestigiar o show da banda de tango eletrônico Otros Aires, na última sexta (15). O grupo, formado em 2003, mescla tangos clássicos e milongas com melodias modernas. Vale a pena conhecer.

Mas apesar de todo a perfeição da programação e o fato de proporcionar conhecimento sobre a cultura argentina, que é muito rica, uma falha acabou decepcionando o público. Quem tinha ingresso para ver o cantor Kevin Johansen não o fez na sexta, dia 8. Por conta da forte chuva que caiu em São Paulo, o Sesc ficou sem energia elétrica e cancelou a apresentação, não remarcando um outra data.

A devolução do dinheiro foi feita, mas não ter visto um dos maiores cantores da atualidade daquele país deixou um gostinho amargo na boca.

Mais informações sobre a mostra, aqui: https://www.facebook.com/SESCVilaMariana

Anúncios